Como superar os problemas de ereção aos 40 anos

Sofrer de problemas de ereção é uma situação muito mais comum do que você imagina. É natural que, ao longo dos anos, o homem perca sua capacidade de manter seu membro ereto por muito mais tempo.

É também conhecida como impotência, que é a incapacidade do homem para obter ereções rápidas ou mantê-las por um longo período de tempo durante a relação sexual com sua parceira.

Os anos passam e esses problemas estão se tornando mais frequentes. Ao atingir a idade de 40 anos, um processo de mudança no físico começa de forma radical, resultando na perda de velocidade no metabolismo, sofrendo de estresse e queda da testosterona, a melhor forma para recuperar a testosterona é você fazer o uso do Xanimal que é um estimulante sexual a base de maca peruana e zma que tem objetivo de fazer a reposição da testosterona.

A idade é um ponto de grande relevância para todos os homens, mas lembre-se sempre que, enquanto você está em boas condições físicas, a idade começa a perder relevância.

A boa notícia é que esse problema tem uma solução e você pode usar vários métodos e soluções para manter as ereções por mais tempo e satisfazer seu parceiro, independentemente de você já ter atingido 40 anos.

Por que a ereção começa a falhar a partir dos anos 40?

Ao longo dos anos não perdoa, faz com que a pessoa perca suas atitudes, seu físico e até mesmo a paixão e desejo de ter relações sexuais. Uma coisa é ter problemas de ereção como uma pessoa jovem e outra muito diferente de uma pessoa de 40 anos que pode manter relações com a mesma pessoa como sempre, pode desencadear algumas conseqüências.

Estas podem ser a perda de apetite sexual, paixão e desejo por isso. Isso pode ser acompanhado por um estilo de vida rotineiro, sempre fazendo as mesmas atividades e tudo de uma maneira monótona, afetando o homem e seu desejo de fazer sexo que finalmente termina em problemas de ereção.

Uma boa opção para superar os problemas de ereção desse tipo é mudar a rotina, criar novos cenários para fazer amor, experimentar coisas novas como objetos sexuais, posições diferentes, a fim de explorar a sexualidade um pouco além do usual para ver se Você obtém uma ereção mais forte e sustentada.

Mas se a coisa for além e se tornar um problema físico do homem, o conselho que lhe dou abaixo pode ajudá-lo tremendamente a resolver problemas para ter uma ereção.

Soluções e técnicas para superar a perda de ereção aos 40 anos

Estas técnicas são muito eficazes e, acima de tudo, muito fáceis de executar para qualquer homem. Para conseguir mais tempo, preste muita atenção:

1. Mude o estilo de vida e fique ativo

Esqueça levar uma vida sedentária, fazer nada é prejudicial ao seu físico, uma vez que em uma certa idade, será muito útil para realizar algum tipo de atividade que é muito benéfico para a saúde.

Mude esse estilo de vida e torne-se um homem mais ativo, faça exercícios cardiovasculares, algumas atividades esportivas e, se estiver ao seu alcance, vá a uma academia.

Tente esquecer os maus hábitos como os cigarros, isso não traz nenhum benefício positivo, ao contrário, é exatamente o oposto, tem muitos efeitos negativos para você e seu corpo.

2. Visita a um nutricionista

Se você tem dúvidas sobre o que você pode comer e o que você não pode, é hora de ir a um especialista para orientá-lo sobre isso. Você deve deixar de lado o colesterol e os alimentos prejudiciais e começar a ter uma dieta mais equilibrada.

Você pode incluir alguns vegetais e alimentos que ajudam a melhorar o poder das ereções. Alguns deles são ostras, salmão, melancia ou melão, suco de romã, nozes, cebola, alho etc.

Há também outras especiarias que são muito benéficas para manter uma boa ereção e incluem canela, baunilha e açafrão.

3. Priorize o resto do seu corpo e mente

Se você tem 40 anos ou mais, o descanso é obrigatório para se manter saudável, especialmente se você vive uma vida estressante ou se está ansioso. O tempo mínimo para dormir é pelo menos 8 horas por dia e se você tiver problemas para fazê-lo, existem exercícios para relaxar que são maravilhosos.

4. Faça algum esporte

Existem disciplinas que podem ajudá-lo com seu objetivo, como yoga ou artes marciais, como karatê ou taekwondo, que relaxam o corpo e a mente, permitindo que você liberte o estresse e esqueça os problemas do dia-a-dia.

5. Cuide da sua saúde

Ter colesterol alto pode fazer com que você acabe sendo uma pessoa hipertensa, e isso significa apenas uma coisa, problemas de ereção. Lembre-se de que somos o que fazemos e o que comemos, portanto, comece a cuidar de sua saúde a partir de agora e elimine tudo o que for prejudicial à saúde de suas refeições.

6. Tente comer alimentos com altos níveis de testosterona

Com a chegada dos anos maduros, os homens começaram a perder o que é conhecido em inglês como “testosterona livre”. Os níveis de testosterona começam a diminuir, mas podemos ajudar o nosso corpo a aumentá-lo naturalmente e há alimentos que funcionam com isso, como morangos, ovos, nozes, espinafre e lembre-se sempre de cozinhar com azeite de oliva.

Inclua tudo o que for benéfico para você, em sua dieta e você perceberá que se sentirá muito mais forte e vigoroso, sem contar que também conseguirá se manter saudável, sendo capaz de superar problemas de ereção para continuar desfrutando do sexo com seu parceiro.

Como aumentar o seu desejo sexual

Não pode simplesmente virar um interruptor e ligar instantaneamente? Sim, nós sentimos você – e é ainda mais frustrante quando seu parceiro está pronto para ir e você não está bem.

“Há tantos fatores diferentes que podem influenciar nosso desejo”,  diz-nos a terapeuta sexual Vanessa Marin.

Mas o que exatamente entra em jogo (er, preliminares?) Quando se trata de descobrir o que funciona para você ? Marin oferece o que há de mais baixo em sua libido e cinco maneiras de realmente deixar você de bom humor.

1. Não se preocupe em comer uma tonelada de alimentos afrodisíacos

“Em geral, a comida não tem um efeito enorme na sua libido”, diz Marin. Em outras palavras, uma libido de querer arrancar sua roupa não virá de derrubar dúzias de florzinhas de brócolis. Em vez disso, Marin recomenda concentrar-se em alimentos que são agradáveis ​​ou sensuais para comer, como figos ou pêssegos. Chocolate e ostras, os dois mais famosos afrodisíacos, ainda são um jogo justo, dependendo do seu próprio gosto. “Se o ato de comer ostras e chocolate parecer sensual, você naturalmente vai se recuperar um pouco, porem para homens que sofre de impotência sexual é super interessante fazer o uso de um viagra natural, diz ela.

2. Exercício antes do sexo

Trabalhar em um suor é uma maneira garantida de aumentar seu desejo sexual, diz Marin. “Isso ajuda você a se sentir mais em contato com o seu corpo e força você a estar mais presente em sua própria pele.”

Então, se você fizer uma aula de yoga ou Pilates, girar uma hora no SoulCycle ou chutar algumas bundas em uma aula de boxe, você estará se conectando ao seu corpo. “Isso ajuda você a se sentir mais confortável e confiante no quarto também, para que possa passar mais tempo pensando em como você se diverte e menos tempo se preocupando com o aspecto das coxas”, acrescenta.

3. Tente algum exercício real

Como já escrevemos anteriormente, os exercícios pélvicos são muito importantes para a sua vida sexual. “Os músculos do seu PC formam uma rede em torno de seus órgãos sexuais e pélvis, e se contraem espontaneamente durante o orgasmo”, diz Marin. Isso significa fazer seus Kegels religiosamente – e colher o benefício.

4. Preste atenção em como seu corpo reage ao controle da natalidade 

Seja usando um estimulante sexual, no adesivo ou em um LARC como um DIU ou implante, quando você coloca hormônios em seu corpo, seu desejo sexual pode ser prejudicado.

“Tente rastrear seus níveis de excitação por alguns meses antes de começar usar estimulantes, depois por alguns meses enquanto toma a pílula, e compare os dois”, diz Marin, salientando que a experiência de cada mulher com BC é muito diferente.

Se você foi um discípulo de longa data da pílula, experimente fazê-lo e veja se isso muda as coisas (mas certifique-se de usar outro método confiável). E, claro, converse com seu médico sobre preocupações adicionais, ou procure um DIU de cobre , que é 99% eficaz e não usa hormônios.

5. Sério, lide com seu estresse

“Estresse e ansiedade são os maiores assassinos de desejo sexual que vejo em minha prática”, diz Marin. “Quando você está se sentindo estressado, é extremamente difícil ficar excitado.” É verdade, mas isso está nos estressando mais.

Olhe para o estresse como um alerta para uma mudança de estilo de vida. “Se você quer ter uma vida sexual feliz e saudável, você tem que criar o espaço em sua vida para isso.” Marin diz que parece diferente dependendo da pessoa, mas recomenda passar 20 minutos ininterruptos, sem tempo de qualidade eletrônica com seu parceiro todos os dias – sem e-mails de trabalho, sem distrações no Instagram, apenas vocês dois.